ESTE BLOG, PROPÕE-SER GENERALISTA. GOSTO DE ABORDAR TUDO O QUE ME PAREÇA DE INTERECE GERAL, E QUE ME DÊ PRAZER PUBLICAR.

Sexta-feira, 10 de Junho, 2011
Estou a morar numa casa com todas as condições habitacionais. Que até tem uma varanda, onde tenho algumas flores Uma cultura que eu tanto adoro.poderá parecer que estou bem, mas tal assim não é. Este post. É exclusivo, para duas amigas muito especiais. A saber: Ivete, E Tina. Duas amigais que eu adoro do coração. Eu sei que parece que as esqueci. Mas isso não passa de aparências. Produzidas pela minha vergonhosa conduta. O aparente despreso. E por isso as minhas desculpas às duas. Posso-vos garantir que vos guardo no meu coração com muito carinho, e muita amizade e respeito. Simplesmente, eu morri. Ao abandonar a casa onde vivi 31 anos, dos quais 17 foram de suplicio, pensei que me tinha libertado, de uma vida de cão abandonado, mas tal não aconteceu, deixei de existir como cão, mas o abandono continuou, porque a solidão me mata lentamente. Perdi a paciência para tudo, só me apetece andar na rua. O computador para mim, deixou de ser uma companhia, é agora apenas um sítio onde eu procuro algo de novo, que ainda não conheça. Daí a minha aparente ausência. Eu sei que vocês não merecem, mas cada vez vejo mais claro que Deus escreve torto em linhas direitas, se assim não fosse, vocês não teriam que pagar as minhas facturas, mal contraídas. A minha esperança ainda não morreu, mas não estará muito longe. Os Homens, convensionam Uma idade a que chamam, de maturiidade humana. mas essa maturidade não é real, A maturidade real, do ser humano, não é igual para todos, e chega sempre muito mais tarde do que está convencionado. Muitas vezes, já fora de validade. É isso que mais me entristece. Um beijo, para cada uma de vocês.

Domingo, 02 de Janeiro, 2011
Andei em busca de um poiso, já o encontrei, finalmente, não sem algumas dificuldades. Pela terceira x vou começar a minha vida a partir do zero absuluto. Mas já antes assim foi e nem por isso passei fome felizmente. Foi duro como antes também foi, mas quem vai à luta, pode perder algumas batalhas, mas não perde a guerra se não for já vencido, para o campo de batallha. Assim foi sempre e assim continuaráa ser. Três rosas de oferta para as pessoas amigas. Uma para pedir perdão pelo meu desaparecimento, outra para me redimir dos meus erros. e finalmente a terceira para festejar o meu regreço.
publicado por Sulitário às 22:00

Quarta-feira, 27 de Outubro, 2010

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

QUANDO HÁ CRIATIVIDADE, HÁ DE SEGUIDA UM PARAÍSO. AQUI OS OLHOS COMEM SEM PRECISAR DE AZEITE.

 


Quinta-feira, 30 de Setembro, 2010

UM PARAÍSO

 

Um dia alguém me pediu,

Sem o menor preconceito,

Que lhe desse o que sentiu,

 Bater dentro do meu peito.

 

E eu sem sequer pensar nisso,

Logo disse é todo teu,

Foi logo como que partisse,

Direitinho rumo ao céu.

 

Nunca me tinham falado,

Ao ouvido e tão baixinho,

Coisas que me deixaram Alado,

 E a pensar no meu destino.

 

Foi um dia para não esquecer,

Sempre que a vida corre mal,

Lembrar como é bom viver,

Neste paraíso terreal.

 

Autor Eduardo Gonçalves.


Sábado, 18 de Setembro, 2010

O PRAZER DE DAR

Um dia notei que uma certa amiga, estava interessada, por saber come se pronunciam certas letras, quando inseridas numa palavra, e ou até numa fr54ase. Eu tive a brilhante ideia de tentar ajudá-la, mas é bem verdadeiro o ditado que diz: Quem nasceu para burro, nunca chegará a cavalo. Ou será que não é bem assim. Então vejam!


Terça-feira, 14 de Setembro, 2010

TENTANDO SEGUIR EM FRENTE

Em primeiro que tudo, tenho que pedir desculpa, à Grande vedeta e Sra. Adriana Calcanhoto, por ter publicado este vídeo com o seu poema, sem saber sequer, se o podia fazer, pois ainda não aprendi a distinguir quais posso ou não publicar, e chegar até aos autores, porque é difícil, quando se trata de vedetas. Decidi correr o risco e ficar aberto à censura, ou até ao castigo, se for o caso. Pois este vídeo cada um o pode ver e ouvir, como bem entender, mas eu chamo a atenção de quem o ouve, para a mensagem que este poema transmite, que é muito verdadeira e muito real, não pode e não deve ser visto como um poema erótico, nem de baixo nível, mas sim um poema muito político-social, que retrata o pensamento humano generalizado, e quase sempre errado, que se tem das pessoas de níveis sociais acima de nós, que por vezes até chegam a parecer que são de outra galáxia. As minhas desculpas para a Adriana. Em segundo, não quis deixar fazer um ano, sem voltar a postar de novo, neste blog, para que não passe a ideia que eu já não devo fazer parte deste planeta, pois embora em muito mau estado de conservação, mas ainda por cá ando. As minhas desculpas também às pessoas que me seguiram durante as publicações regulares, por ter desaparecido sem mais aquelas.


Terça-feira, 07 de Setembro, 2010

Gosto ver, estes testemunhos, que com tanta mestria atestam a inteligência dos povos Maias. Também as gravuras Rupestres? Que serão também obra dos Maias, ou não, quem sabe dos Incas. A verdade é que dá gosto contemplar, e até amar, porque não? Abençoados sejam estes povos, que com tanto carinho preservam, estas autenticas relíquias, Que fazem os encantos de quem as visita e ama.


Domingo, 29 de Agosto, 2010

Quem não se sente contagiado com a beleza da cultura destes povos. E o amor e dedicação, com que fomentam, veneram, e fazem a apologia desta mesma cultura. Quem não se sentirá fascinado pela vivência destas comunidades Indias que aqui vivem? É fácil de ver que ainda aqui não chegou o bicharoco da destruição do nosso planeta, a poluição. Fica-se com a ideia, de que é fácil, ainda viver aqui numa atmosfera saudável, e promissora, ao nível da saúde, e do bem-estar do ser humano. É bem certo, que este tipo de vida só é aceitável mesmo, para este povo, e não para um povo que está habituado a um sistema social e económico avançado, ( no consumismo )como o nosso, mas é também, e em especial, porque as pessoas não amam a natureza, e só ligam para a sua comodidade, e bem-estar. Mas esquecem que esse bem-estar é apenas aparente, e efémero porque a sua factura é muito alta, e é sempre mais alta, para os que menos podem pagar


Terça-feira, 24 de Agosto, 2010

Este filme, não seria apropriado para o blog, se fosse maior. Mas seria um prazer para mim, e para quem mais como eu gosta-se de desfrutar dele, até à exaustão, até ao ínfimo pormenor, se ele tivesse o dobro do tempo. Esta abordagem como comentário, tem apenas por fim demonstrar até que ponto vai a minha adoração por este tema de quanto é lindo e belo o Lugar do Machu-picchu. Não é muito vulgar, ver-se material visual, que faça uma incursão, tão profunda e pormenorizada ao interior deste lugar, que bem podia ser considerado sagrado, pela sua beleza e imponência. É bonito de se analisar, quanto parecem ser ainda virgens, a maior parte destas florestas, destes vales e desfiladeiros, que circundam toda esta vasta zona, onde a palavra poluição, parece que ainda não entra nos dicionários.


Quinta-feira, 19 de Agosto, 2010

Estes São os caminhos para o Machu-Picchu. Eu sei e respeito que se riam de mim. Pois é mau sinal por um lado, mas é bom sinal, por outro lado, quem ri é porque tem vontade, se tem vontade de rir deve rir, porque é saudável. Eu não tenho pejo algum, em dizer que a minha paixão assenta na vivencia, e no âmago da natureza, mais pura e bela, ex. estes lugares em que se situa o alvo desta história. Michu-picchu.

Eu fico alguns anos mais novo, ao contemplar com tanto prazer, estas belas paisagens. Será que não há televisão? E quem é que disse que os meus Bisavós, morreram porque não tinham televisão? E quem é que disse que eles seriam mais felizes, se a tivessem? Tinham outras coisas, que hoje ninguém tem, porque até nem estão interessados em ter. E a prova é que está-se a preparar, para a curto prazo, viver-mos num mundo completamente árido, e nu, apenas vestido com altas montanhas de betão armado. Mas ninguém se iluda, Sol na Eira, e chuva no naval, Não há Deus que conceda essa graça. Depois de fazer algumas pesquisas, e ver alguns vídeos, não resisti à tentação de escrever, e fazer apologia desta cultura que tanto me atrai. Agora vou puxar o gatilho que vai disparar a gargalhada total. Eu estou disposto a ir viver para o machu-picchu, desde que consiga uma companhia que me agrade. O concurso está aberto.


Sábado, 14 de Agosto, 2010

O PÃO.

O PRIMEIRO PASSO, A PARTIR DO QUAL SE INICIA O PROCEÇO DA FEITURA DO PÃO COM UM TIPO DE UMA SEMENTE, QUE PODE SER DE MILHO, O QUE É O CASO, OU PODE SER DE TRIGO, SENTEIO, OU CEVADA. E QUEM SABE QUANTOS MAIS. FOI PARA MIM, UM REGRESSAR A UM PASSADO COM SERCA DE 60 ANOS DE DISTNACIA. Mas foi para a grande parte dos restantes visitantes a primeira vez que viram uma fábrica que tem tanto de antiga, como de artesanal, mas também como eficaz, no seu mister. Quis fazer um filme mais elucidativo e pormenorizado, desta maravilha da indústria da transformação, mas as gentes que nunca tinha visto, esta maravilha, eram tantas e a casa era tão pequena, que este foi o filme possível. Mas foi para mim, um grande prazer, sentir-me regressado a um passado já tão distante, em que até os mais pequenos, dos quais eu fazia parte, eram obrigados a participar nas lides da agricultura. Foi um grande carinho que eu fiz a mim mesmo, poder visitar estes moinhos em numero de 9 que fazem parte hoje de um parque temático, que vale a pena visitar. Em Vila da feira perto de Aveiro.Todos a funcionar.

publicado por Sulitário às 20:36

Quarta-feira, 28 de Julho, 2010

OS MEUS PARABÉNS

Quero dar daqui, e com todas as minhas forças, os parabéns ao parlamento Espanhol Por hoje precisamente ter aprovado a proibição das touradas, em Espanha. Eu sempre soube que esta ignomínia um dia ia acabar. A minha esperança agora é que esteja bem perto o dia em que o mesmo aconteça em Portugal. Já que a geração dos bárbaros, vai tão longe que já nem se reconstrói em, mais os coliseus, Nem há mais gladiadores. Espero muito sinceramente, que quando acontecer em Portugal, que com a proibição das touradas, seja também proibido o tiro aos pombos, e outras, que tais. Para os que se dizem amigos dos touros, e que vivem obcecados pela tourada, sempre sedentos de sangue, aqui fica este vídeo, Tirado do youtube, Para ilustrar o que é a tourada. Os que já sabem, e que certamente ficarão chocados, com as imagens, que me perdoem, porque isto é mesmo o que se chama, uma ignomínia. Mas que talvez sirva, para os apressados a julgar os que como eu sempre condenaram este triste espectáculo, da idade da pedra lascada, se documentem, antes de vir a terreiro fazer a defesa do indefensável. PARABÉNS ESPANHA. PARABENS AO ARLMENTO ESPANHOL.


Terça-feira, 20 de Julho, 2010

As saudades, de tudo

Saudade tenho eu tão sentida, que já não posso aguentar. Não sei se saudade da vida, se da morte que há-de chegar.

 

Eu não tenho pressa nenhuma, e não tenho nada a temer, E estou certo que ela de mim, que não se vai nunca esquecer.  

 

Nem eu quero cá ficar, neste mundo Já caduco. Onde só ando a penar, sou arvore que já não dá fruto.

 

As minhas frases já não rimam, como rimavam antigamente. Os passarinhos já não trinam, ou o meu ouvido já não sente.

 

Vamos perdendo o sentir, de tudo o que a vida  nos deu. É uma tristeza, concluir, que cada vez sou menos eu.

 

Eu Tenho andado tão triste, que choro de volta e meia.  Porque será que não resiste, quem já riu tanto de mão cheia.

 

Tudo vai chegar ao fim, e tudo vai acabar. Só tenho pena de mim, porque de nada vale chorar.

 

É feio um homem chorar? Talvez seja não desminto. Mas podem acreditar. Tanto se me dá, branco como tinto.


Segunda-feira, 22 de Fevereiro, 2010

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A CASA DO PENEDO.
Em plena Serra de Fafe, entre a cidade do mesmo nome e Cabeceiras de Basto, situada na região norte de Portugal, encontra-se uma casa que anda a despertar a curiosidade dos internautas de todo o mundo pela sua originalidade. Construída entre quatro rochas gigantes, a Casa do Penedo é mais do que uma residência rural perdida no interior de um pequeno país na orla ocidental da Europa. A Casa do Penedo começou a ser construída na Primavera de 1972, quando a família Rodrigues quis realizar o seu sonho. Dois anos depois a residência estava feita. Não se trata de uma instalação ou de um hotel temático, uma vez que é utilizada pela família como local de férias. Porém, ultimamente tem atraído a atenção dos fãs de arquitectura e design de todo o mundo. Blogues e fóruns, na sua maioria não portugueses, têm divulgado as fotos desta casa. Em Outubro passado um canal da televisão portuguesa dedicou-lhe uma reportagem. À primeira vista a casa nem parece real; parece mais uma habitação dos Flinstones. Mas está perfeitamente integrada na paisagem natural. Por fora é toda feita de pedra, salvo as janelas tortas e o telhado. Por dentro, a mobília, as escadas e os corrimões feitos de troncos completam o aspecto rústico. Os vidros são à prova de bala, a porta é de aço e o sofá pesa 350 quilos, pois é feito em betão e madeira de eucalipto.
Nos últimos meses, tornou-se comum os habitantes da região verem desfilar os turistas que procuram a Casa de Pedra. O proprietário, Vítor Rodrigues, já não habita a casa que aos domingos é visitada por dezenas de pessoas. Apesar do interesse que desperta pelo mundo fora, tem sofrido actos de vandalismo que põem em causa a sua conservação.
Se visitar o norte português não deixe de conhecer a Casa do Penedo.
Leia mais: http://obviousmag.org/archives/2009/12/casa_rochedo.html#ixzz0gI7RjtIv
NOTA: ESTAS IMAGENS, FORAM TIRADAS DA NET, MAIS CONCRETAMENTE, DO ENDEREÇO EM DESTAQUE.

 


Sábado, 20 de Fevereiro, 2010

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

ILHA TERCEIRA AÇORES. TERRA DA MINHA PAIXÃO.
TERRA DOS MEUS AMORES, E SÓ EU SEI ONDE ESTÃO.
AINDA PARA LÁ VOU VOAR, SÓ SE TIVER MUITO AZAR,
E O AVIÃO CAIR NO MAR. MAS JÁ O OUTRO DIZIA,
SÓ MORREMOS, NO NOSSO DIA, E ONDE TIVERMOS QUE ESTAR.
POR ISSO NÃO TENHO MEDO, DÊ TUDO PARA ONDE DER,
SÓ EU CONHEÇO O SEGREDO, E NUNCA O VOU CONTAR.
HÁ DE SER O QUE DEUS QUISER. NEM DÁ PARA ACREDITAR.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


Terça-feira, 16 de Fevereiro, 2010

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Os palhaços, é o tipo de pessoa, que está proibido de: chorar, estar triste, ou com mau humor. Sua missão é fazer rir, mesmo quando a sua vontade é chorar. O palhaço, se tiver espectáculo, no dia e à hora do funeral da Mãe. Não pode ir ao funeral, tem que trabalhar. Se eu estiver a mentir, fui enganado por um palhaço, que eu admirei muito, pelo seu talento, homem integro e honesto.
 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Os gatos, sempre adoraram a caça, em especial, aos pombos.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

  Conte com atenção, os bonecos, e espere que eles mudem de posição, e volte a contar. O ilusionista, é o único profissional. Que quanto melhor engana o seu público, mais apreciado é.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


Domingo, 07 de Fevereiro, 2010

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A ida á praia
Um dia é do caçador, e o outro dia é da caça. Também os animais um dia é deles sentirem amizade pelos donos, e o outro, é dos donos sentirem carinho por eles, e rirem-se com as suas exibições. Senão, repare-se neste vídeo. Ou no casal de noivos, ou ainda no canário, quem alguma vez disse que a necessidade aguça o engenho, tinha as suas razões. Verdade é que o melhor acompanhamento para o pão duro, é a fome.

 


Sábado, 30 de Janeiro, 2010

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

TERRA FÉRTIL, E RICA. ESTE BAIRRO DE FÁBRICA, ONDE HABITAM OS TRABALHADORES DA MESMA, É FEITO DE JUNCO. DO MESMO JUNCO COM QUE SÃO EMPALHADAS  AS CADEIRAS. É UMA CONSTRUÇÃO QUE QUANDO BEM FEITA, NÃO DEIXA PENETRAR, FRIO OU CHUVA, É UMA AUTENTICA CASA CLIMATIZADA, NEM TEM CALOR EM DEMASIA, NEM NUNCA TEM FRIO, NO SEU INTERIOR.
 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 ESTE ICEBERGUE A AVALIAR PELO BARQUITO, E PRLAS PESSOAS QUE ESTÃO DENTRO, DEVE SER IMPRESSIONANTE TUDO INDICA QUE DEVE TER A ALTURA APROXIMADA DE UM 10º-. ANDAR. OU SERÃO AS PESSOAS TODAS CRIANÇAS? SÃO ACIDENTES DA NATUREZA, QUE DEVIAM PREOCUPAR TODO O MUNDO, MAS QUE PARECE NÃO INCOMODAREM NINGUÉM. A GANÂNCIA DOS $$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$ É TANTA, QUE NÃO DEIXA AS PESSOAS VEREM O QUE SE PASSA SOB O SEU NARIZ.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

ESTA FOTO É DE UM DOS JARDINS QUE ABUNDAM NO DOBAI COMO, NÃO É DIFÍCIL DE IMAGINAR, O QUANTO É BOM TER O PRIVILÉGIO DE ENCONTRAR ESTAS FOTOS NA NET. DIGA-SE EM ABONO DA VERDADE, SÃO ESPECTACULARES, E É MAIS BARATO VER ASSIM, DOQUE IR AO DOBAI.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

ESTA IMAGEM É VISÍVEL, DA ILHA TERCEIRA NOS AÇORES EM DIAS ENOVELADOS. PARECE MAIS UMA OBRA ARTÍSTICA DE UM QUALQUER CERAMISTA OU OLEIRO, OU AINDA UM PINTOR, DE RAÇA. Imagens, tiradas da internet.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

UMA MOSCA DA FRUTA, SERÁ? MAS QUE É UMA MOSCA É.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

CONSTRUÇÕES NA AREIA? OBRA DA NATUREZA, NÃO É CERTAMENTE. A NATUREZA NÃO FAZ ASSIM.

 


Sábado, 23 de Janeiro, 2010

 

OS VULCÕES

 

 

QUANDO SERÁ QUE O HOMEM, QUE É TÃO AMANTE DAS EXPLORAÇÕES, EXPERIMENTA, FAZER NO CENTRO DA
TERRA O MESMO QUE FEZ NO ESPAÇO?

 

 

 

 

AS FORÇAS DA NATUREZA, NUNCA NINGUEM AS VENCEU, E NEM NUNCA NINGUEM AS VENCERÁ. PESE EMBORA O FACTO, DE SE DIZER, QUE AO HOMEM, NADA JÁ É IMPOCÍVEL. JULIO BERNE, ESCREVEU A VIAGEM AO CENTRO DA TERRA, MAS PASSADOS TODOS ESTES ANOS, NUNCA O HOMEM SE AVENTUROU A CONFIRMAR, OU DESMENTIR A TEORIA DO ESCRITOR.

 


Sábado, 09 de Janeiro, 2010

 

 

TRÁS DOS MONTES, TAMBEM É PORTUGAL.

TAMBÉM HÁ AMENDOEIRAS.

 

 

 

 

 

 

                                       

 

                                    MACIEIRAS.                                              

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

                 E OUTRAS ESPÉCIES. NATUREZA.


Sábado, 02 de Janeiro, 2010

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

HOJE É O SEGUNDO DIA DE 2010, O QUE SERÁ QUE NOS ESPERA DURANTE OS MAIS 363 DIAS QUE NOS SEPARAM DE 1011? O MELHOR SERÁ ESPERAR PARA VER. QUERO DESEJAR A TODO O MUNDO QUE ESTE EM QUE ACAVAMOS DE ENTRAR, SEJA PARA TODOS NÓS, MELHOR QUE O QUE ACAVA DE FINDAR. VAI SER COM CERTEZABOM, PARA OS MESMOS DO COSTUME.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

OS TEMPOS MUDAM E OS ANIMAIS DÃO LIÇÕES DE VIDA EM SOCIEDADE, E EM COMPETIÇÃO.AOS OUTROS. OS CHAMADOS RACIONAIS.   (imagens, tomadas da internet.)

publicado por Sulitário às 16:49

Sábado, 26 de Dezembro, 2009

 

Ainda ontem foi dia de festa.Dia de alegria, dia de comemoração. Mas há pessoas que não precisam de uma referência para serem felizes, ou para se divertirem. Se pensa que não é assim, veja os vídeos acima. Mas o que não se sabe, é se há ou não, bela sem senão. Será que uma vida vivida a 100 à hora, é igual em tempo, como uma vida vivida normalmente? A matemática mais simples, parece mostrar que não. e a matemática composta? Será que demonstra o mesmo? Este desafio ficaá sempre conceituada consideração de quem me ler. porque eu não sei. mas gostava de saber, talvez ainda fosse a tempo de emendar a mão.

AQUI FICA O PAGAMENTO, PARA QUEM SE DIGNAR IMITIR A SUA OPINIÃO SOBRE O MELHOR CONSEITO DE VIVER A VIDA. TRATA-SE DE UMA PLANTA CARNIVORA, ORIUNDA DA AMÉRICA DO SUL. UM ÓPTIMO APANHA MOSCAS, E MELGAS.

<a href="http://www.graphicshunt.com/upload/images/5bb8ba9eca05d9e655c32b6hr0,-79846.html"><img src="http://images.paraorkut.com/img/graphicupload/user/5465/850/97cc4ed9ade738b658ff2201d7543c30.jpg" _fcksavedurl="http://images.paraorkut.com/img/graphicupload/user/5465/850/97cc4ed9ade738b658ff2201d7543c30.jpg" /></a><br /><center><a href="http://www.graphicshunt.com" target="_blank">Pictures</a> - <a href="http://www.graphicshunt.com/upload/images/5bb8ba9eca05d9e655c32b6hr0,-79846.html" target="_blank">5bb8ba9eca05d9e655c32b6hr0</a></center>

 


Sábado, 19 de Dezembro, 2009

 O TEMPLATE, FOI PARA O MANETA.

EM TERRA, É O CÃO. MAS NO MAR É ELE. O MAIOR AMIGO DO HOMEM. JÁ O CANÁRIO, É O MAIOR PRISIONEIRO SEM CULPA FORMADA. E ESTE QUE ESTÁ A MAMAR NA TETA DA CABRA, SERÁ QUE VAI SAIR UM GRANDE CABRÃO?


Sábado, 12 de Dezembro, 2009

 

 

 

ASSIM SE PASSA UMA AULA
NUMA AULA: Ó MENINO JOÃO! O QUE É A MOSCA TZÉ, TZÉ?  O JOÃOSINHO. - BOM UMA MOSCA TZÉ, TZÉ! EU NÃO SEI, MAS SEI O QUE É UM AVELHÃO. – E QUE BICHAROCO É ESSE? É ASSIM: EU AINDA NÃO VI NENHUM, MAS QUANDO O MEU TZÉ, ESTÁ COM A MOSCA, ELE COMEÇA A FALAR SOSINHO E DIZ: VAI-TE EMBORA AVELHÃO! OLHA QUE EU MANDO-TE PRÓ CHÃO! – E DEPOIS! – BOM DEPOIS ELE DALHE UM ESTALADÃO E O AVELHÃO CAI NO CHÃO COMO MORTO. – COMO MORTO? SIM, SIM. PORQUE ELE DEPOIS DALHE UM PONTAPÉ E DIZ: VAI-TE LÁ EMBORA E A VER SE TOMAS JUISO. – ENTÃO ELE MATA O AVELHÃO, COMO É QUE ELE O MANDA EMBORA? ELE NÃO O CONSEGUE MATAR, A MINHA AVÓ ESTÁ SEMPRE A DIZER. Ó ZE! TU JÁ NÃO PODES COM UMA GATA PELO RABO, ORA SE ELE NÃO PODE COM UMA GATA, COMO PODE MATAR UM AVELHÃO? – Ó JOÃO! UM AVELHÃO É PEQUENINO! - ISSO É O QUE O STOR DIZ, ELES QUANDO LÁ VÃO EM CIMA, PARECEM PEQUENOS MAS O MEU AVÔ DIZ QUE ELES SÃO MAIORES DO QUE A NOSSA COURELA LÁ DA ENCOETA. – PRONTO JOÃO. JÁ PERCEBI TUDO. VAMOS MUDAR DE TEMA. SIM, SIM. VAMOS BRINCAR, JÁ TOCOU A CINETA.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


Sábado, 05 de Dezembro, 2009

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A VIDA É BELA, NÓS É QUE NÃO TIRAMOS UM BOM PARTIDO DELA.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O PRAZER DE CONTEMPLAR, NÃO TEM  DIMENÇÕES DEFINIDAS.

ESPERO QUE SE DELICIEM COM ESTES PEQUENOS MOMENTOS, DE BELEZA.

 


Sábado, 28 de Novembro, 2009

 

Nunca nada é velho, ou inutíl.Não há terras inóspitas, há é terras que só dão

o lhes é oferecido. Com amor.

SE TODA A 

Gente gostasse só de uma cor, o que seria feito do amarelo, que é tão bonito.

 

 


Sábado, 21 de Novembro, 2009

 

 

ROSAS BRANCAS!

Se tudo na vida é relativo.
Relativa também é a ideia que cada um faz da felicidade.
Para uns, felicidade é dinheiro no bolso, cerveja no frigorifico, ou na cervejaria, roupa nova no armário.
Para outros a felicidade representa o sucesso, a carreira brilhante, o simples fato de se achar importante, (ainda que na verdade as coisas não sejam bem assim).
Para outros tantos, ser feliz é conhecer o mundo, ter um conhecimento profundo das coisas da Terra e do Ar.
Mas para mim, ser feliz é diferente.
Ser feliz é ser gente, é ter vida.
Que como dizia o poeta:
“É bonita, é bonita, é bonita...”
Felicidade é a família reunida.
É viver sem chegada, sem partida.
É sonhar, é chorar, é sorrir...
Felicidade é viver cercado de amor, é plantar amizade, é o calor do abraço daquele amigo, que mesmo distante, lembrou de dizer: “Alô”.
Ser feliz é acordar as cinco da matina, depois de ter ido dormir as três da madrugada, com sono e pra lá de cansado, só pra dar uma pontinha da cama, para o filho dormir.
Ser feliz é ter violetas na janela, é chá de maçã com canela, é pipoca na panela.
É um CD bem méla-méla, para aquecer o coração.
Ser feliz é curtir sol radiante, frio aconchegante, chuvinha ou temporal.
Ser feliz é ver o outro (e sabe-se lá quantos outros, que cruzam nossa estrada).
Ser feliz é fazer da vida, uma grande aventura, a maior loucura, e um enorme prazer.
Ser feliz é ser amigo, mas... Antes de tudo é ter amigos, exactamente assim:
COMO VOCÊS! AUTOR Blandinne

Sábado, 14 de Novembro, 2009

 

 

Já ouviste a vós do mar? Ouve até ser noite

 

 

O MAR E A NATUREZA, CASARAM, E DESSE
CASAMENTO NASCERAM COISAS LINDAS.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Dessas coisas lindas nasceram flores, borboletas, e outros rebentos que fazem as delicias de quem gosta do mar e da natureza.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

E ATÉ ROSAS BRANCAS

 

 

 

 

COR DE ROSA VELHO

 

 

 

 

 

 

                                      

 

 

 

 

 

 

 

 

MATISADAS

 

 

 

 

 

 

 

 

E OUTRAS QUE MAIS PARECEM IBRIDAS
 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


Sábado, 07 de Novembro, 2009

 

Estas imagens. São produto das fotos do sapo, que diga-se em abono da verdade, para quem gosta de imagens, no sapo encontra-se um manancial de imagens de luxo. Para quem como eu não tem tempo, é prático e é agradável de se ver, digo eu. Espero que agradem, Para isso nada como as pessoas serem sinceras a comentar. Obrigado pela sinceridade.

HÁ QUEM ACHE QUE SER JARDINEIRO, É UMA PROFISSÃO DE BAOXO NIVEL.

NA MINHA ÓTICA, SER JARDINEIRO NESTES JARDINS, É SER CRIATIVO, SER IMAGINATIVO, SER ESPECIAL.


Segunda-feira, 02 de Novembro, 2009

 

 

POESIA ILUSTRADA
É sem dúvida, o conjunto de imagens bem ilustrativas do mundo belo e rico, que forma uma bela ode poética, e define um povo, um regímen, e uma política.
 
 
 
 
 
 
 
 
O prazer de contemplação, e a riqueza da terra, estão segundo as circunstancias, em pé de igualdade, com os prazeres mais comuns do ser humano.
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Por alguma razão, foi decidido que dos 5 sentidos do homem, (sim, porque a mulher tem 6) A vista é o primeiro. Dize-se também que o 2º. É ouvir. Eu discordo, e trocaria pelo 5º. Que é apalpar.  Porque se trata da vista dos invisuais. Digo eu.
 

Sábado, 31 de Outubro, 2009

 

                                                                                                                                                 

VÍDEO   TIRADO   DA   NET.   IMAGENS    TIRADAS DA NET     DO SAPO FOTOS K. N. FOTOS

 

publicado por Sulitário às 11:13

Sábado, 24 de Outubro, 2009

O HOMEM E O MUNDO
O homem tal como todos os seres vivos, sempre viveu do seu expediente. Herança que sempre foi passando de pais para filhos, e ao mesmo tempo sempre enriquecida com a prática diária. Mas é também o homem, o único ser vivo, que caça e mata por prazer. ( ESTAS IMAGENS FORAM  TIRADAS DAS FOTOS DO SAPO. ) Tentei entender, a finalidade desta caçada, mas sem sucesso, nada que me dissesse se é para matar ou proteger o bicho. Apenas se pode ver que é uma imagem impressionante. O sulitario. ( KLIK NA IMAGEM )

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


Sábado, 17 de Outubro, 2009

 

                                                A COINCIDÊNCIA

A nossa vida é um verdadeiro carnaval, e a prova-lo, está o vídeo que se encontra encimamado por este post, mas a história também ilustra algo. São dois irmãos gémeos, Um casado, o outro solteiro. O solteiro é pescador e tinha uma canoa, por sinal, já bastante velhinha. Um dia a mulher do que é casado morre. E como uma desgraça nunca vem sozinha, o barco do irmão gémeo do viúvo, afunda no mesmo dia, em que morre a cunhada. Chega uma senhora que soube da morte da pobre mulher para dar os pêsames ao marido. Mas ela confunde os irmãos, e acaba falando com o solteiro, que tinha perdido a canoa, por afundamento. Eu! Soube agora o que lhe aconteceu... Que perda! Deve ser terrível para você. E o pescador responde: Pois é. Estou arrasado. Mas é preciso ser forte e enfrentar a realidade. De qualquer modo, já estava toda podre na parte de trás. Já estava toda rebentada, e cheirava à distancia, a peixe podre. É verdade que ela tinha uma grande fenda na frente e um buraco atrás. Aliás, cada vez que eu a usava, o buraco ficava maior Mas eu acho que ela não aguentou foi porque eu a emprestei para quatro rapazes amigos que se divertiam com ela, de vez em quando a dar umas voltas. Falei para eles irem com calma, mas quiseram subir os quatro juntos. Foi demais e ela acabou por rebentar de vez, e foi-se abaixo. AUTOR DESCONHECIDO.

Sábado, 10 de Outubro, 2009

 

 

OLHARES
Olhando o mundo, na perspectiva dos sonhos.  O mundo é bonito e belo. Se olharmos o mundo, pelos olhos de uma criança, o mundo é bonito e belo. Se olharmos o mundo, nos nossos momentos de felicidade, o mundo é bonito e belo. Se olharmos o mundo nos momentos de tristeza e de angústia, o mundo é horrível, medonho e feio. Significa isto que a nossa forma de ver o mundo, está intrinsecamente ligada ao nosso estado de espírito. Isto está provado pela própria ciência, que assim é. Daí a importância da felicidade na nossa vivência diária, em todas as vertentes da nossa vida. A felicidade não nos é transmitida pela géneses, nem nos é dada pela mãe ou outros familiares que nos acompanham ao longo da vida, a felicidade é criada por nós, tal como criamos tudo o mais que faz parte da nossa sobrevivência. o segredo está em aprendermos sem medos e sem preconceitos, estabelecer prioridades, a cada momento que as coisas se alteram. Por isso o nosso primeiro investimento, deve sempre ser feito na nossa felicidade plena e duradoura, e não nas nossas ideias fúteis, criadas à imagem e semelhança do nosso vizinho. Vamos investir na felicidade, e teremos mais alegria de viver. O sulitario_sul  
 

publicado por Sulitário às 05:00

Quarta-feira, 30 de Setembro, 2009

 

 

A FRUTA
O Outono vai passando, e com ele a época farta. A partir de agora, quem produziu ou criou, tem de seu, quem não tem de seu terá que ir ao mercado comprar, ou não come. Hoje em dia pouca gente sabe o sabor da fruta a colher da árvore e a comer, seja ela qual for. Nem sequer é fácil de acreditar que é muito mais saborosa e aromática do que depois de andar aos tombos em busca do mercado que a vai vender. Quem fala da fruta, fala de tudo em geral, mas de facto assim é. Também se sabe que só assim com as coisas concentradas nos mercados, é possível que as mesmas coisas cheguem a mais pessoas, pese embora o facto de serem caras, e menos boas. Mas eu não consigo esquecer, quando era miúdo, comer sempre a fruta directo da árvore, e como era mais saborosa, aromática e doce. Tudo tem a sua época. E o seu tempo e lugar próprios. ( Sulitario. )

Quinta-feira, 24 de Setembro, 2009

 

ASSIM, UM  PAIS NUNCA VAI CRESCER

Este poema de Carlos drumond de Andrade,
E que se encontra no seu livro, tem no fundo do poema,
a foto de uma vagina de mulher. Alguém,
que só pode ser muito pudico, e que se serviu da defesa da sensibilidade,  humana, resolvendo assim  mutilar o livro, e consequentemente, 
o poema e mais grave ofender a dignidade desse grande homem de letras, colocando no lugar da foto uma flor de girassol.
Se amanhã a minha filha perguntar à mãe, por onde ela saiu,
Quando nasceu, será que a mãe lhe deve dizer que ela saiu
 por uma flor de girassol? É muito triste, sermos pequenos, e mais triste ainda, é por cada pessoa sensata, haver duas pessoas tacanhas, burras e atrasadas, que nem sequer respeitam os outros. Estando sempre apostado em não nos deixar crescer.
Se a natureza é bela, porque mutilá-la?
Para quem leu o livro e se lembra deste poema e da foto, aqui vai  
Mimosa boca errante
 Mimosa boca errante
à superfície até achar o ponto
em que te apraz colher o fruto em fogo
que não será comido mas fruído
até se lhe esgotar o sumo cálido
e ele deixar-te, ou o deixares, flácido,
mas rorejando a baba de delícias
que fruto e boca se permitem, dádiva.
 Boca mimosa e sábia,
impaciente de sugar e clausurar
inteiro, em ti, o talo rígido
mas varado de gozo ao confinar-se
no limitado espaço que ofereces
a seu volume e jato apaixonados
como podes tornar-te, assim aberta,
recurvo céu infindo e sepultura?
 Mimosa boca e santa,
que devagar vais desfolhando a líquida
espuma do prazer em rito mudo,
lenta-lambente-lambilusamente
ligada à forma erecta qual se fossem
a boca o próprio fruto, e o fruto a boca,
oh chega, chega, chega de beber-me,
de matar-me, e, na morte, de viver-me.
 Já sei a eternidade: é puro orgasmo.
O POEMA FOI TIRADO DA NET.
  Carlos Drummond de Andrade

Segunda-feira, 21 de Setembro, 2009

 

 

A MÁQUINA MAIS COMPLEXA

Fechei-me em mim. Conversei comigo e com o meu eu. Conclusão final. Eu não sou nada mais que um autómato, que foi concebido com um programa, com determinadas características, e finalidades. Que vai sendo reparado nas suas falhas mais comuns e normais, ao longo do tempo. E um dia se avaria, e só o caixote do lixo me espera. Deram-me o nome de gente, poderia ser um objecto. Mas não. Sou gente, como quem diz um robô com técnicas avançadas, na ária da autonomia, da inteligência, e de muitas outras coisas, que fazem parte do meu dia-a-dia. O meu sistema de energia, é de origem Vegetal e animal, com algumas componentes de minerais. Sou provido de um sistema de evacuação de resido-os, sólidos e líquidos, que são, grosso modo as cinzas ou os detritos do meu sistema de regeneração, e alimentação. Tenho a partir de uma determinada idade uma assistência constante feita por um mecânico que se especializou em manutenção e algumas pequenas reparações deste sistema de robôs, e que me vai garantindo uma vida útil, a prazo incerto. Um dia chega em que: ou por avaria de uma pilha, das várias que possuímos, ou por uma peça que pode ou não ser substituível, que pode ou não haver no mercado da especialidade, ou pura e simplesmente não ser substituível. E a vida desse robô termina. E todo o resto é mera cerimónia como quem se despede de uma gota de água que correu para o rio, e deste para o mar, onde nunca mais volta a ter qualquer identificação, que não seja um novo nº. de chassis. Apenas um nº_. Que, diz quem ali está. E lá fica ele num local, privado, municipal ou nacional, conforme os teres e os haveres que ele gerou ao longo da sua vida útil. sulittario

 

A MÁQUINA MAIS COMPLEXA

Fechei-me em mim. Conversei comigo e com o meu eu. Conclusão final. Eu não sou nada mais que um autómato, que foi concebido com um programa, com determinadas características. Talvez sejam poucos os que sabem como esse programa é conseguido. Serão muitos mais os que conhecem o softuer. Autómato esse, que vai sendo reparado nas suas falhas mais comuns e normais, ao longo do tempo. E um dia se avaria, e só o caixote a que posso chamar, o caixote dos monos, (no sentido figurado claro,) me espera. Deram-me o nome, muito convencional que é  de gente, poderia ser um objecto, um utilitário, ou um consumível. Mas não. Sou gente, como quem diz um robô com tecnologia de ponta, que tem tanto de antiga como avançada, na ária da autonomia, da automatologia, inteligente. E de muitas capacidades que ainda hoje fazem parte da incógnita de muitos mecânicos da especialidade. Entenda-se por Médicos. O meu sistema de energia, é de origem Vegetal e animal, com algumas componentes de minerais. Sou provido de um sistema de evacuação de resido-os, sólidos e líquidos, ambos bastante tóxicos, que são grosso modo as cinzas ou os detritos do meu sistema de regeneração, e alimentação. Tenho a partir de uma determinada idade uma assistência constante feita por um mecânico que se especializou em manutenção e algumas pequenas reparações deste sistema de robôs, e que me vai garantindo uma vida útil, a prazo incerto. Um dia chega em que: ou por avaria de uma peça, ou descarga de uma pilha, das várias que possuímos, ou por uma peça que pode ou não ser substituível, que pode ou não haver no mercado da especialidade, ou pura e simplesmente não ser substituível. E a vida desse robô termina. E todo o resto é mera cerimónia como quem se despede de uma gota de água que correu para o rio, e deste para o mar, onde nunca mais volta a ter qualquer identificação, que não seja um novo nº. de chassis. Apenas um código numérico. Que, diz quem ali está. E lá fica ele num local, privado, municipal ou nacional, conforme os teres e os haveres que ele gerou ao longo da sua vida útil. Esta pequena peça, fás parte também do chamado teatro da vida, tal como o vídeo, que encima este post. Que sendo uma sátira, bem pode também chamar-se de teatro da vida onde os actores, e o publico se confundem, e somos todos nós. O sulitario.

Sábado, 19 de Setembro, 2009

 

http://pt.netlog.com/go/explore/videos/videoid=216831

 

DE NOVO À DESCOBERTA
De novo a tentar viver. Aos 19 dias de Setembro de 2009. Resolvi, recorrer aos préstimos de uma pessoa muito querida, por quem eu sou capaz de fazer tudo. E contei-lhe a triste história que estava a viver. Ao que ela me respondeu: E vais ficar assim? Eu respondi, não vou criar um blog, vou conhecer novos mundos, novas pessoas, e tu se assim o desejares vais ser uma das pessoas minhas amigas, que vai estar no meu blog, se esse for o teu desejo. O que será esta nova aventura o tempo o dirá. Penso postar quando estiver inspirado para tal, e não com uma frequência regular e sistemática. Também penso não fazer do blog o meu amor, não quero ser prisioneiro de nada, mas vai ser certamente o meu fiel cúmplice, e eu o seu confidente. Se irei ser sempre realista nas minhas histórias? Posso prometer que serei honesto comigo mesmo. Se usarei disfarces? Talvez sim, para me defender deste mundo agressivo e sem escrúpulos. Tal como tudo o mais na vida, também este caminho será percorrido, passo a passo.

mais sobre mim
Junho 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30


últ. comentários
Olá Amiga Ivete. Este é outro que está perdido, só...
Não estressa,meu amigo. Fico feliz que tenhas recu...
Olá amiguinha. Obrigado pelo teu carinho, és um am...
Oi Ivete...Só agora esta despistada viu que já tin...
Olá, meu amigo!Não tens que pedir desculpa...eu é ...
Olá amigo. Obrigada,pelo carinho!Fiquei triste por...
OI Minha querida amiga Ivete. quantas saudades dos...
Não te preocupes em responder...quando puderes faz...
Comentário: Olá minha querida e doce amiga Tina. Q...
OLÁ AMIGUINHA. DESCULPA, TENHO AQUI UMA PARAFERNÁL...
pesquisar
 

contador gratis

blogs SAPO


Universidade de Aveiro

subscrever feeds