ESTE BLOG, PROPÕE-SER GENERALISTA. GOSTO DE ABORDAR TUDO O QUE ME PAREÇA DE INTERECE GERAL, E QUE ME DÊ PRAZER PUBLICAR.

Terça-feira, 20 de Julho, 2010

As saudades, de tudo

Saudade tenho eu tão sentida, que já não posso aguentar. Não sei se saudade da vida, se da morte que há-de chegar.

 

Eu não tenho pressa nenhuma, e não tenho nada a temer, E estou certo que ela de mim, que não se vai nunca esquecer.  

 

Nem eu quero cá ficar, neste mundo Já caduco. Onde só ando a penar, sou arvore que já não dá fruto.

 

As minhas frases já não rimam, como rimavam antigamente. Os passarinhos já não trinam, ou o meu ouvido já não sente.

 

Vamos perdendo o sentir, de tudo o que a vida  nos deu. É uma tristeza, concluir, que cada vez sou menos eu.

 

Eu Tenho andado tão triste, que choro de volta e meia.  Porque será que não resiste, quem já riu tanto de mão cheia.

 

Tudo vai chegar ao fim, e tudo vai acabar. Só tenho pena de mim, porque de nada vale chorar.

 

É feio um homem chorar? Talvez seja não desminto. Mas podem acreditar. Tanto se me dá, branco como tinto.


mais sobre mim
Junho 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30


posts recentes

A SAUDADE.

últ. comentários
Olá Amiga Ivete. Este é outro que está perdido, só...
Não estressa,meu amigo. Fico feliz que tenhas recu...
Olá amiguinha. Obrigado pelo teu carinho, és um am...
Oi Ivete...Só agora esta despistada viu que já tin...
Olá, meu amigo!Não tens que pedir desculpa...eu é ...
Olá amigo. Obrigada,pelo carinho!Fiquei triste por...
OI Minha querida amiga Ivete. quantas saudades dos...
Não te preocupes em responder...quando puderes faz...
Comentário: Olá minha querida e doce amiga Tina. Q...
OLÁ AMIGUINHA. DESCULPA, TENHO AQUI UMA PARAFERNÁL...
pesquisar
 

contador gratis

blogs SAPO


Universidade de Aveiro